Capa

12/10/2019 10:22 www.diariodaamazonia.com.br

PF e Ibama baixam em Roosevelt e surpreendem garimpeiros

Garimpeiros conseguiram fugir e ninguém foi preso. Maquinário foi apreendido e destruído pelo Ibama.

Nesta quinta-feira (10), no bojo da Operação Verde Brasil, a Polícia Federal, o Exército Brasileiro, a Força Aérea Brasileira e o IBAMA realizaram uma ação conjunta de fiscalização e repressão à extração ilegal de minérios na Terra Indígena Roosevelt, que resultou na localização e destruição de maquinários empregados na mencionada atividade criminosa.

Na data de ontem, a partir de informações coletadas pela PF, foi realizada uma ação ostensiva no interior da terra indígena para interromper a atividade de garimpo ilegal e proceder as autuações necessárias.

A ação contou com a participação de cerca de 40 agentes das quatro instituições e resultou na apreensão de 3 pás carregadeiras, 11 motobombas d’água, 2 geradores, 10 barracos, 2 motocicletas e 1 arma de fogo com munições. 


Parte dos equipamentos foram destruídos, após a formalização da autuação pelo IBAMA.

Nenhuma pessoa foi presa, mas os dados coletados e as autuações administrativas do IBAMA serão aproveitadas nas investigações da PF que apuram crimes de usurpação de bens da União (art. 2º da Lei 8.176/91) e crimes ambientais (art. 55 e 56 da Lei 9.605/98).

A T.I. Roosevelt situa-se na região de Espigão D,Oeste/RO, divisa com o Estado do Mato Grosso e há décadas vem sendo alvo de extração ilegal de diamantes e de madeira. Ainda no ano de 2004 foi criada a denominada Operação Roosevelt, com participação de diversos órgãos federais.

Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia/RO


Redes Sociais

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo