Notícias

28/07/2020 18:36 planetafolha.com.br

Mulher é assassinada com 12 tiros de pistola em Aripuanã, marido é suspeito e está foragido

Micaelen Santos Lima, 28 anos, foi assassinada com pelo menos 12 tiros de pistola calibre .380, a maioria na cabeça, no início da noite desse domingo (26), dentro de casa em um sítio na Comunidade Milagrosa, em Aripuanã (948 km da Capital), onde morava com o marido e dois filhos, um menino de apenas 2 anos e uma menina de 6.

 

O principal suspeito de ter cometido o crime é o marido de Micaelen, José Renato Pires De Freitas, 49 anos, mais conhecido por “Renatão”, que ‘desapareceu’ após  a morte da esposa.

A Polícia Militar (PM) foi acionada por vizinhos que escutaram os diversos disparos de arma de fogo na residência. Os militares encontraram o corpo de Micaelen no chão de um dos quartos da casa.

Ao deixar a casa, Renato teria levado o filho e deixado na casa de sua filha mais velha, de outro casamento. A enteada de 6 anos teria ficado na residência.

 

De acordo com testemunhas, Renato e Micaelen passaram a tarde tomando banho em um rio da comunidade, junto com outros amigos, onde consumiram bebidas alcoólicas. No entanto, teriam permanecido distantes um do outro durante todo o tempo, demonstrando que estariam com problemas.

A irmã da vítima teria relatado aos policiais civis que Micaelen estava casada com “Renatão” há cerca de 5 anos, em um relacionamento  cheio de agressões físicas e ameaças de morte, pois o cunhado era extremamente ciumento.


Redes Sociais

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo