Saúde

24/08/2020 12:22 noticias.uol.com.br

Bebê morre na barriga da mãe em RO; família culpa falta de anestesista

Um bebê de 39 semanas morreu na barriga da mãe, que estava em trabalho de parto, no Hospital Regional de São Francisco do Guaporé, a 600 quilômetros de Porto Velho. A família diz que a morte ocorreu porque não havia médico anestesista na unidade para a realização da cesariana. O caso aconteceu em 19 de agosto e foi divulgado pela família ontem. O governo de Rondônia afirmou que o hospital tem apenas um médico anestesista para 20 plantões diurnos de 12 horas, mas não especificou se havia um profissional presente no momento do parto.... 

A mãe do bebê, a operadora de caixa Keylyzangela Nillio, 29, relatou nas redes sociais a suposta negligência no atendimento. "Você mudou minha vida, meu mundo. Fez o mundo girar ao seu redor. Tudo era você e para você. Como te amei, filha. Cada minuto que esteve dentro da mamãe te amei (sic), você sabia do orgulho que a mamãe sentia da barriga, sentia de você. Até planos para o seu primeiro aninho mamãe já tinha feito. Mas você deixou mamãe sair da maternidade com os braços vazios", diz um trecho do depoimento da mãe. O UOL entrou em contato com a mãe e o pai, o vendedor Elizeu Nunes, 26. Eles disseram que não estavam em condições emocionais para conceder entrevista. A menina ser... 


Redes Sociais

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo