Saúde 2

19/09/2019 17:27 Fonte: Extraderondonia

Morte de bebê de 11 meses no Hospital Regional coloca Vilhena em alerta contra vírus H1N1

Certidão de óbito confirma, mas diretor da unidade disse que situação está em investigação

A morte de uma criança de 11 meses, que aconteceu na manhã da quarta-feira, 18, no Hospital Regional de Vilhena (HRV), desencadeou a execução de protocolos de averiguação em virtude da suspeita de ter sido provocada por gripe influenza tipo A, também conhecida como “gripe suína”.

A causa da morte foi Síndrome Respiratória Aguda Grave, doença que pode decorrer em virtude de ataque do vírus H1N1, responsável pela gripe, ou por Pneumonia. O caso está sendo investigado pelas autoridades, atendendo procedimento padrão em situações deste gênero.


Não há detalhes sobre o paciente, exceto a informação que antes de ser atendido no HRV a criança havia passado pelo Hospital Bom Jesus.

A reportagem do Extra de Rondônia conversou com o diretor do Hospital Regional, Faiçal Akkari, que deixou bem claro que antes dos resultados dos exames não é possível estabelecer se o H1N1 foi o causador da síndrome que acabou levando o bebê a óbito. Foi coletado material para exames e encaminhado ao Laboratório Central de Saúde Pública de Rondônia (Lacen), em Porto Velho. A previsão é que em 30 dias o laudo esteja concluído.

Por enquanto o recomendado são a adoção de medidas preventivas usuais, como atenção à higiene, boa alimentação, hábitos saudáveis e, para quem não estiver imunizado, tomar a versão atual da vacina contra a gripe. 

Contudo, na certidão de óbito consta que a causa da morte foi Síndrome Respiratória Aguda Grave, Pneumonia, H1N1 (2).

Fonte: Extraderondonia


Redes Sociais

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo